Outubro Rosa: a importância do autoexame

Você sabia que de todos os tipos de câncer o de mama é aquele que mais causa óbitos entre as mulheres brasileiras? Por isso, constantemente são realizadas ações para conscientização de todos com intuito de promover a prevenção e diagnóstico precoce desse tipo de tumor.

O Outubro Rosa é um grande movimento que acontece no Brasil e tem como foco relembrar às mulheres a necessidade de cuidarem da sua própria saúde, isso por meio do acompanhamento médico e da realização de exames como o autoexame de mamas.

Preparamos este artigo para explicar por que esse exame é tão importante e também mostrar como ele deve ser realizado para que de fato possa ser eficaz no diagnóstico precoce do câncer. Acompanhe!

Por que o autoexame é tão importante

O câncer é uma doença que se inicia de forma silenciosa. Ele nem sempre apresenta sintomas quando ainda está em estágio inicial, por isso, é preciso acompanhamento médico para observar a saúde por meio de exames.

Mas quando se trata do câncer de mama esse cuidado pode ser realizado pela própria mulher no conforto de sua casa. Isso porque o autoexame de mamas é uma técnica eficaz para ajudar a identificar os tumores no começo.

Você sabia que 80% dos casos de câncer de mama são diagnosticados pelas próprias mulheres? E isso acontece porque elas estão em contato constante com seu próprio corpo, sendo assim, fica mais fácil identificar as menores alterações.

O autoexame de mamas é fundamental justamente porque ele pode ser realizado todos os meses, assim, a mulher consegue observar pequenos detalhes e buscar pela ajuda do profissional. Esse é um ponto extremamente positivo para os quadros de câncer.

Quando isso acontece as chances de cura são altas e os tratamentos adotados menos agressivos. Dessa forma a mulher consegue restabelecer a sua saúde muitas vezes sem precisar passar por procedimentos complexos.

Outro fator extremamente importante a respeito do autoexame de mamas é que pelo fato de ele diagnosticar o tumor em estágio inicial reduzimos expressivamente as chances da necessidade de retirada da mama.

Essa é uma das sequelas mais dolorosas para mulher, porque ao mesmo tempo em que impacta a sua aparência física deixa cicatrizes psicológicas e emocionais. Por isso, mais uma vez ressaltamos a importância de realizar o autoexame e buscar ajuda médica.

Como fazer o autoexame de mamas corretamente

Para realizar o autoexame de mamas do jeito certo comece observando os seios em frente ao espelho. Mantenha os braços abaixados, coloque as mãos na cintura, force a musculatura do peito e posicione as duas mãos atrás da cabeça.

Em todas essas posições observe se houve alguma alteração no formato do seio ou na textura da pele. Veja o tamanho do mamilo, posição, formato e pressione-o delicadamente para observar se expele alguma secreção.

Você também pode fazer no chuveiro. Fique em pé, levante um dos braços e apoie-o sobre a cabeça. Com a ponta dos dedos faça movimentos circulares e de baixo para cima, tocando toda a volta do seio, as axilas e os mamilos. Procure por caroços ou formações diferentes em toda a mama.

Se referir deitada, coloque uma toalha dobrada embaixo do ombro do mesmo lado da mama que será examinada. Com a ponta dos dedos faça movimentos circulares estendo para axilas também e examine os mamilos.

Em todos os caso observe se:

  • há retração dos mamilos;
  • existem veias aparentes;
  • há caroços perceptíveis no toque ou visualmente;
  • a pele tem a textura de casca de laranja;
  • há alterações no formato do seio;
  • a mama tem erosões;
  • o seio está mais rígido;
  • existem inchaços e ondulações;
  • a pele apresenta vermelhidão;
  • o mamilo espere secreções.

O período ideal para realização do autoexame de mamas é entre 5 e 7 dias após o inicio da menstruação ou em um dia específico de cada mês. Mas não se esqueça de que também é preciso acompanhamento médico constante para realização de outros exames.

Veja também: Como a Reprodução Assistida ajuda mulheres a serem mães após o câncer de mama.

Essa ação conjunta possibilitará observar a saúde das mamas e identificar os primeiros sinais do câncer. Então, cuide-se em casa fazendo o autoexame de mamas e passe por consultas regulares com um especialista. Esse cuidado é para você e todas as pessoas que ama.

Doutor Armindo

CRM 45547

Ginecologista e especialista em reprodução humana

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp