Ovários Policísticos

Nosso tema de hoje é sobre Ovários Policísticos. Meu nome é Armindo Dias Teixeira.

Ovários policísticos.

Dentre as causas de dificuldades para engravidar, as causas ambulatórias são uma das principais. Dentro das principais causas dessa dificuldade, é justamente o ovário policístico.

Características

Como é a característica dessa síndrome? São normalmente mulheres que têm um hiperandrogenismo, ou seja tem um aumento do hormônio masculino, clínico ou laboratorial.

Como assim? Tem muitas pacientes que têm o hiperandrogenismo, um aumento do hormônio masculino, mas nós vamos dosar no sangue e a dosagem está normal mas, do poto de vista clínico, são pacientes que tem alguns sinais desse aumento, como por exemplo o aumento da pilificação.

Outra características são os ciclos longos, paciente que tenham ciclos menstruais com intervalos muito alongados, são pacientes que têm dificuldade em engravidar. A ultrassom apresenta uma imagem característica do ovário repleto de pequenos cistos, aí vem o nome dos ovários policísticos.

Manifestação do Ovário Polícistico

Essa síndrome pode se manifestar de várias maneiras. Ela pode se manifestar com todos estes quadros que eu falei,ou muitas vezes não, se manifesta de uma forma incompleta. Existem várias tentativas de se fazer uma classificação da síndrome dos
ovários policísticos mas, pela sua multi variedade de apresentações, essas classificações são muito difíceis de se fazer.

Cada caso é um caso

Então , o que nós temos que fazer é individualizar cada caso. Normalmente essa síndrome está relacionado ao aumento da resistência insulina. São pacientes que tem um aumento da resistência insulina. São pacientes que têm uma tendência à
obesidade e são pacientes que têm uma tendência maior a desenvolver o diabetes tipo 2. São pacientes que nos seus antecedentes familiares, até nos relatam que na família apresentam pacientes diabéticas.

Tratamento

Então o que nós temos que fazer é tentar individualizar cada caso, fazer o diagnóstico e situarmos o tratamento de acordo com aquilo que ela pretende no momento, então uma paciente que no momento não pretende engravidar mas que
tenha síndrome dos ovários policísticos, nós temos que começar a instituir medidas gerais.

Medidas Gerais

Por exemplo, uma paciente que tem os ovários policísticos e tem obesidade, o primeiro item do tratamento é a correção do peso. Então nós temos que contar com uma equipe multiprofissional. Com uma equipe de nutrição, para que ela consiga diminuir seu peso.

Nós sabemos que a partir de 5% de diminuição do peso, a sua questão hormonal já fica muito melhor, já fica diferente.

Ou seja pequenas diminuições no peso já são benéficas para essa paciente. É lógico que o ideal é que ela esteja sempre dentro do seu índice de massa corpórea ideal mas, uma pequena diminuição em torno de 5%, do ponto de vista metabólica, já está se beneficiando bastante.

Outra situação é estimular essas pacientes a praticarem atividades físicas. Isso para todas as pacientes no geral. Agora pacientes que não querem engravidar, vão tomar um caminho.

Nós vamos falar daquelas pacientes que querem engravidar. Então nessas pacientes, que querem engravidar, além dessas medidas gerais, como diminuição do peso d aumentar a freqüência de atividade física, nós vamos entrar com medicações.

Como nós falamos inicialmente, são pacientes que têm dificuldade ou não ovulam, têm dificuldade para ovular ou até a ausência da ovulação. Então nós temos que lançar  medicamentos as pacientes obesas que tenham aumento da resistência insulina, nós podemos entrar com medicamentos para diminuir esse aumento da resistência a insulina nas pacientes que não estão ovulando.

O tratamento são com medicamentos para estimular o ovulação, desde que nós já tenhamos afastado outras causas de infertilidade tanto na Mulher quanto no Homem.

Estimulação a ovulação

Então a paciente que vai fazer a estimulação da Ovulação, que nós suspeitamos que o ovário policístico seja a causa. Mas não podemos nos esquecer de outros fatores de infertilidade. Se não passamos meses estimulando a ovulação e nada acontece, porque por exemplo a paciente pode ter uma obstrução nas trompas.

Então a pesquisa na paciente que quer engravidar têm que ser feita de uma maneira completa.

Chegando à conclusão que o problema é só o ovulatório, aí sim nós vamos instituir o tratamento para a estimulação da
Ovulação.

Se você gostou do nosso vídeo de um like, se inscreva aqui no nosso canal para receber informações sobre os próximos vídeos

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp