Preservação da Fertilidade em Mulheres com Câncer

À medida que a sobrevida dos pacientes oncológicos aumenta, outras questões relacionadas à qualidade de vida, passam a ser consideradas.

Uma das maiores preocupações dessas pacientes é com a manutenção da fertilidade futura.

Infelizmente, muitas pacientes que recebem o diagnóstico do tumor maligno ainda são jovens e não possuem filhos.

E diversos tratamentos do câncer como a Quimioterapia, a Radioterapia ou a combinação de tratamentos pode levar à diminuição da reserva ou até mesmo à falência ovariana, comprometendo assim o futuro reprodutivo dessa mulher.

Bem como o tratamento do câncer, a Medicina Reprodutiva evoluiu promovendo a essas mulheres a possibilidade de terem filhos futuramente. Algumas técnicas disponíveis ja estão bem estabelecidas, enquanto outras tem resultados controversos ou são experimentais.

As opções mais comuns para preservar a possibilidade de gravidez futura são as seguintes:

  • Criopreservação de embriões;
  • Criopreservação de óvulos;
  • Criopreservação de tecido ovariano.

O desenvolvimento dessas novas técnicas permitiu expandir os tratamentos a pacientes não-oncológicos, que também tem risco de perder a fertilidade, como: alterações genéticas, doenças hematológicas, doenças autoimunes, alguma cirurgia realizada no ovário ou até por adiamento da gravidez por escolha da própria paciente.

Se você quiser saber mais sobre as técnicas de fertilidade em mulheres com câncer, clique aqui e agende uma consulta conosco.

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira
Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

Dr. Armindo
Dias Teixeira


CRM 45547

Rua Afonso Braz, 656 - conj. 21
Vila Nova Conceição - São Paulo - SP
CEP: 04511-001

contato@doutorarmindo.com.br

(11) 3288-5282

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp