Trompas: Um órgão bastante delicado

Entre as estruturas e órgãos que compõem o sistema reprodutor feminino estão as trompas. Elas têm um papel fundamental para que a gravidez aconteça de forma natural, por isso, quando algum problema acontece com elas, ocorrem dificuldades para engravidar.

Neste post vamos conversar um pouco sobre as trompas, explicar exatamente qual é a sua função na fertilidade humana, os problemas que podem afetá-la e ainda como cuidar bem desse órgão tão delicado. Continue lendo.

A função das trompas

As Trompas de Falópio, são estruturas em formato de tubo que fazem a ligação entre os ovários e o útero. Não se trata de um canal estático, porque as trompas são compostas por músculos e nervos, então, realizam movimentos similares aqueles que ocorrem na digestão.

As Trompas de Falópio têm um papel fundamental para que a gravidez ocorra de forma natural. No primeiro momento, é papel das trompas capturar o óvulo que foi liberado pelos ovários durante a ovulação.

Depois, elas servem como caminho para que os espermatozoides sejam conduzidos ao encontro do óvulo. É ali que também acontece a fusão entre esses dois gametas, ou seja, onde ocorre a fertilização.

Depois que o óvulo é fecundado, também é papel das trompas transportar o embrião que já está sendo formado até o útero, ali ele se fixa e a gravidez acontece. Ou seja, as trompas são essenciais para que seja possível o encontro entre as células feminina e masculina. Sem elas, a gravidez fica impossibilitada por vias naturais.

Problemas que podem afetá-las

Como você viu, as trompas são muito importantes para que a gravidez possa acontecer, por isso, elas são órgãos bastante delicados e que precisam de atenção e cuidados. Um dos problemas muito frequentes que podem ocorrer com as trompas é a sua obstrução.

Já que elas atuam como um caminho ou canal de encontro entre o óvulo e espermatozoide, quando acontece alguma obstrução nas tubas não é possível que esse encontro aconteça, não há a formação do embrião e isso pode caracterizar um caso de infertilidade.

A obstrução das trompas ocorre em função de lesões ou cicatrizes. No caso das lesões elas podem ser ocasionadas em função de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) como a clamídia ou a gonorreia. Outras infecções também podem afetar as trompas ocasionando o mesmo problema.

Já no caso das cicatrizes, elas ocorrem quando essas lesões estão curadas e deixam sequelas, ou então podem ser o resultado de cirurgias, como no tratamento da endometriose. Essas cicatrizes também interferem tanto na estrutura como na mobilidade das trompas,  interferindo na fertilidade feminina.

É possível desobstruir as trompas?

Mas mesmo que aconteça a obstrução das trompas, ou algum outro problema que venha dificultar a gravidez, isso não significa que a mulher nunca mais poderá engravidar por vias naturais. Afinal, existem tratamentos como a laparoscopia, que possibilitam fazer a desobstrução das tubas.

Por isso, quando a mulher, ou casal, nota dificuldade para que a gravidez aconteça por vias naturais, é muito importante que um médico seja consultado. Por meio de exames ele investigará o sistema reprodutor feminino para observar se o problema de fato está nas trompas e qual é a melhor forma de tratamento para cada paciente.

Como cuidar desse órgão

Para manter a saúde das trompas é muito importante que a mulher faça o acompanhamento ginecológico periodicamente. Ele poderá identificar infecções ou outros problemas ainda no começo e viabilizar o tratamento necessário.

A proteção durante as relações sexuais também é muito importante para evitar a contaminação por micro-organismos causadores de DSTs. Ao mesmo tempo,  a mulher deve tratar qualquer condição que possa gerar complicações futuras e interferir em sua fertilidade.

Todo o sistema reprodutor feminino é muito delicado, e com as trompas não poderia ser diferente. Dessa forma, é muito importante tomar os devidos cuidados para prevenir problemas e lesões, bem como contar com médico de confiança quando houver o desejo de engravidar, para que ele possa fazer todo o acompanhamento necessário.

 

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp