Etapas da FIV | Parte 1

Hoje nós vamos falar sobre

Fertilização in vitro e inseminação intra uterina.

Meu nome é Armindo Dias Teixeira, sou médico ginecologista com atuação em reprodução humana e cirurgia minimamente invasiva.

Existem dois tratamentos em reprodução humana que suscitam muitas dúvidas e muitas pessoas consideram como sinônimos, que é a fertilização in vitro e a inseminação. Muitas pessoas confunde os dois termos então hoje nós vamos esclarecer o que a fertilização e o que é a inseminação.

Fertilização in Vitro

A fertilização in vitro, que é chamada popularmente de bebê de proveta consiste em que nós façamos a união, no laboratório, do óvulo e do espermatozoide. Como é que se faz esse procedimento? Esse procedimento tem várias etapas. Então a mulher que menstrua normalmente, que tem um ciclo é menstrual ovulatório, tem um cisto menstrual regular o ovário dela produz um óvulo por mês, excepcionalmente dois óvulos são aqueles casos raros dos gémeos mas normalmente a mulher produz um óvulo por mês.

Estimular a ovulação

Para utilizar essa técnica de reprodução, é muito pouco. Então a primeira etapa no tratamento da fertilização in vitro consiste na estimulação da ovulação. E isso nós conseguimos através de hormônios que são injetados diariamente a partir de um determinado dia do ciclo e a partir de um determinado do ciclo nós vamos monitorar se esses ovários estão respondendo a medicação e promovendo a formação daqueles sítios que aparecem no ovário, que nós chamamos tecnicamente de folículos, onde dentro de cada folículo normalmente existe um óvulo.

Então a primeira etapa do tratamento é estimular o ovulação através de medicamentos. Nós vamos dando medicamentos, fazendo as várias medidas e até que chega um determinado dia que o ovário já atingiu o tamanho adequado.
Neste momento nós damos uma outra medicação para fazer a maturação final desses óvulos e 36 horas depois dessa injeção é feita a retirada dos óvulos.

Retirada dos óvulos

A retirada dos óvulos é o único passo dentro do tratamento onde existe a necessidade de anestesia. Então a paciente vai à clínica, no horário determinado e em jejum por conta do procedimento anestésico. Ela é submetida a uma sedação e através da ultrassonografia transvaginal nós localizamos os folículos no ovário e através de uma agulha, guiada pelo ultrassom, nós entramos dentro de cada folículo e retiramos os óvulos.

Então essa é o segundo passo do tratamento: a retirada dos óvulos. Nesse meio tempo marido vai fazer a coleta do semem que vai passar por um processo no laboratório e depois vai ser feita a união dos dois.

Normalmente o que se faz mais hoje em dia é uma técnica chamada icsi, que é a junção do óvulo no espermatozoide através de uma injeção direta nos óvulos. Então os embriologistas vão selecionar os espermatozoides e um a um vai sendo introduzido dentro do óvulo.

Então essa seria a primeira etapa do tratamento de fertilização in vitro. No próximo vídeo nós falaremos sobre as outras etapas até conseguir a tão almejada gestação.

Doutor Armindo

CRM 45547

Ginecologista e especialista em reprodução humana

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp