Qual a importância da Reprodução Assistida nas diferentes formações familiares

O desejo de ter um filho faz parte da realidade da vida da grande maioria das pessoas, porém, nem sempre é possível que esse sonho seja realizado por vias naturais. Nesse caso, a reprodução assistida é um campo que possibilita a essas pessoas constituírem família mesmo que exista algum empecilho.

É isso que acontece com as novas formações familiares que hoje são reconhecidas em nossa sociedade. Parceiros homossexuais e mulheres que desejam ter um filho de forma independente, por exemplo, podem desfrutar dos benefícios que as técnicas de reprodução  oferecem.

Neste artigo falaremos um pouco a respeito desse assunto para que você entenda qual é a importância das técnicas de reprodução assistida para essas novas formações familiares. Continue lendo e entenda que contribuição elas oferecem a essas pessoas que têm o desejo de serem pais.

As novas formações familiares e a reprodução

A família tradicional, constituída por um casal heterossexual e seus filhos, não é mais o único modelo que existe na sociedade. Hoje, os casais também podem ser homossexuais masculinos ou femininos. Ainda vemos famílias que se constituem por parentes de graus distintos e até mesmo as pessoas que não fazem parte da família consanguínea.

Em função de toda essa variedade de novas formações familiares é que muitas vezes os casais encontram dificuldades para realizarem o sonho de terem filhos. Afinal, para que a reprodução aconteça ainda se faz necessário a união do gameta feminino e do masculino, formando o embrião, que se desenvolve no útero.

Sendo assim, os casais homossexuais, por exemplo, não conseguem ter um filho por vias naturais já que faltará um dos gametas. Nesse caso, existe a opção de adotar uma criança ou então de realizar uma técnica de reprodução assistida.
Por meio desses recursos da medicina é possível encontrar caminhos alternativos para que todas as pessoas tenham a oportunidade de exercerem o igual direito de constituírem uma família. Hoje, existem caminhos alternativos para ajudar esses indivíduos a realizarem o seu sonho de serem pais.

Veja também: O que é Fertilização in Vitro (fiv)

Quais são as técnicas de reprodução utilizadas para diferentes formações familiares?

Para que casais homossexuais e mulheres que pretendem ser mãe solo possam realizar o sonho de ter um filho, os bancos de gameta são fundamentais. Isso porque é por meio deles que conseguimos a doação de óvulos ou espermatozoides.

Para casais masculinos, além da doação do óvulo também é possível fazer um empréstimo de útero, conhecido como barriga de aluguel. Mas é preciso lembrar que essa prática deve seguir o que está estabelecido na legislação para ser legítima e ética.

No caso dos casais femininos, são doados os espermatozoides para inseminação de uma das parceiras. Tanto no primeiro caso como nesse, é possível a realização da inseminação artificial como também da fertilização in vitro, para posterior implantação do embrião no útero.

Para as mulheres que desejam ser mãe solo também é necessário recorrer ao banco de gametas para obter o esperma, que da mesma forma, será transferido para o útero por meio da inseminação artificial ou o embrião implantado após a fertilização in vitro.

É importante lembrar que em todos os casos é fundamental que sejam respeitadas as leis que regulamentam a reprodução assistida no Brasil. Não pode haver nenhum tipo de transação comercial entre doadores e receptores, por exemplo, assim como existem regras para o empréstimo do útero.

Por isso, é muito importante que as pessoas que desejam se submeter a esse tipo de tratamento o façam com uma clínica que trabalhe com profissionalismo e dentro da lei. Isso para que exista segurança, maiores chances de sucesso e não haja nenhuma irregularidade que possa trazer complicações no futuro.

É bem verdade que as técnicas de reprodução assistida são fundamentais para que todas as pessoas possam ter o direito de constituírem suas famílias. Mas é preciso sempre contar com o suporte de especialistas, de modo que haja maiores chances de resultados positivos e todo o processo ocorra dentro da lei.

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp