Fator emocional no tratamento da infertilidade

Depois de alguns exames e consultas, o não desejado diagnóstico de infertilidade. Sem dúvida, descobrir que você não consegue ser mãe naturalmente pode gerar um baque, ainda que tenha muitas orientações de seu especialista em reprodução assistida que indicou e explicou os tratamentos e procedimentos propostos.

Manter seu equilíbrio é uma das principais recomendações do especialista, isso porque seus nervos possuem um importante impacto não só na resolução do problema como no controle. O organismo feminino é extremamente sensível a mudanças, o que pode ou não contribuir com determinada situação. O casal deve manter um diálogo cheio de empatia e aberto para que juntos possam superar essa fase. A rotina não deve mudar, obviamente considerando as orientações do especialista – a maior parte das mulheres e casais devem melhorar a alimentação e adotar hábitos saudáveis.

Aposte em seu bem estar!

Tirar algum momento para praticar um hobby ou alguma atividade de seu interesse é fundamental para que você mantenha seu estado psicológico calmo e adequado para o tratamento de infertilidade.

Doutor Armindo

CRM 45547

Ginecologista e especialista em reprodução humana

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.

WhatsApp Entre em contato via Whatsapp