Algumas mulheres têm mais facilidade para engravidar do que outras?

O sonho de ser mãe parece acontecer mais rápido e de forma mais fácil para algumas mulheres do que para outras. Essa dificuldade para engravidar realmente existe, e sua explicação está nas características de cada mulher. Afinal, para que uma nova vida se inicie é preciso que a futura mamãe esteja saudável.

E aqui não estamos falando apenas de saúde orgânica, porque a saúde mental também influencia nesse processo. Desequilíbrios emocionais e psicológicos podem interferir nas funções orgânicas e dificultar a gravidez.

Neste artigo vamos mostrar quais são as mulheres com maiores chances de engravidar. Também abordaremos alguns fatores que podem reduzir as chances de uma gestação acontecer. Continue lendo e entenda porque algumas mulheres engravidam com mais facilidade do que outras

Quais mulheres têm maiores chances de engravidar?

Como dissemos, as mulheres saudáveis são aquelas que apresentam maiores chances de vivenciar uma gravidez, ou pelo menos de que ela aconteça com menores dificuldades. Seriam aquelas:

  • que nunca tiveram nenhuma infecção pélvica;
  • que não desenvolveram caso de apendicite;
  • que nunca foram submetidas a cirurgias no aparelho reprodutivo;
  • que têm um índice de massa corpórea normal (não são obesas ou muito magras).

Outro fator muito relevante para a facilidade em engravidar são os ciclos menstruais regulares. Aquelas que apresentam o ciclo de 28 dias conseguem identificar mais facilmente o dia da ovulação, que acontece apenas uma vez por mês. Assim, pode planejar as relações sexuais de modo que coincidam com essa data.

Quando o ciclo é irregular, seja muito curto ou extenso, é mais difícil calcular esse dia, consequentemente, fica também difícil conseguir planejar a gravidez. Porém não é impossível, mas pode demorar um pouco mais.

 

O que pode causar dificuldade para engravidar?

A dificuldade em engravidar ocorre com cerca de 10 a 15 % dos casais, ou seja, é um problema mais comum do que muita gente acredita que seja. E isso por que são vários os fatores que podem atrapalhar tanto a ovulação como a fecundação do óvulo, são alguns deles:

1 – Endometriose

É uma das doenças de maior evidência no momento, considerada um problema da mulher moderna, que está adiando a maternidade e, dessa maneira, tendo um maior número de menstruações.

Estima-se que atinja 10 a 15 % das mulheres em idade reprodutiva, e que 40% das mulheres com dificuldade para engravidar tem endometriose. No Brasil, em torno de 6 milhões de mulheres são portadoras do problema, e o diagnóstico pode demorar de 7 a 9 anos para ser feito.

Portanto, é fundamental prestar atenção aos sintomas e procurar o auxílio médico para que o diagnóstico seja feito em fases iniciais, quando o tratamento é mais eficaz.

2 – Síndrome dos Ovários Policísticos

As mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos têm maior dificuldade em ovular e, por consequência, engravidar. É necessária uma correção do peso devido, ao aumento da resistência à insulina, praticar atividades físicas e usar medicações que estimulem as funções dos ovários.

3 – Estilo de vida

O estilo de vida e o estresse a que somos submetidos diariamente, além dos maus hábitos alimentares, são fatores que devemos cada vez mais corrigir, como promotores da saúde em geral e, portanto, com grandes reflexos na saúde reprodutiva.

O estresse, assim como a depressão e a ansiedade, está entre os fatores emocionais que prejudicam as funções orgânicas. Isso por interferir na ovulação e impedir a gravidez.

No caso dos maus hábitos alimentares, com alta ingestão de substâncias negativas para a saúde, isso causa a deficiência nutricional. Sem vitaminas, o corpo não trabalha como deveria, e isso também na parte reprodutiva.

4 – Idade

Um fator que não podemos esquecer é a idade. Isso por que a fertilidade feminina reduz conforme a idade avança, iniciando a partir dos 30 anos e se acentuando após 35 anos. Aos 40, atinge valores significativos, quando também pode se iniciar a menopausa.

A mulher já nasce com os óvulos que serão liberados ao longo de sua vida. Por isso, conforme ela envelhece, essas células também, e então, perdem sua fertilidade e a dificuldade para engravidar é grande.

A dificuldade para engravidar apenas é considerada como tal quando o casal tenta a gravidez durante um ano e ela não acontece. Então, é preciso buscar ajuda de um profissional especializado para que se possa avaliar o porquê disso e buscar o tratamento adequado. A boa notícia é que em muitos casos é possível obter sucesso e a gravidez acontece.

Doutor Armindo

Ginecologista e especialista em reprodução humana

Entre em contato

Doutor Armindo Dias Teixeira

Médico ginecologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e especialista em medicina reprodutiva e cirurgia minimamente invasiva.